terça-feira, 21 de maio de 2019

Núcleo MIRADA abre inscrições para a ÚLTIMA Residência Cidade Coreográfica no CCJ

A proposta desta Residência é compartilhar procedimentos de criação e composição em dança investigados ao longo do processo criativo do trabalho Resquícios Brutos, que possam gerar experimentos coreográficos e materiais cênicos com os participantes.

Datas da residência: 09 e 16 de junho, das 11h às 17h

Abertura de Processo na Mostra Cidade Coreográfica 16/06 às 17h

CCJ - Centro Cultural da Juventude
Av. Dep. Emílio Carlos, 3641 - Vila dos Andradas, São Paulo - SP, 02720-200

Os selecionados serão comunicados por e-mail no dia 07/06.

Inscrições até 06/06 no link: https://forms.gle/nJjnEg2JDgxJ28Am6

EM CASO DE DÚVIDAS OU PARA OUTRAS INFORMAÇÕES, ENTRE EM CONTATO PELO EMAIL: nucleomirada@gmail.com


segunda-feira, 20 de maio de 2019

Apresentações de Resquícios Brutos no CRD

ATENÇÃO: Ainda neste mês o CRD receberá duas apresentações do espetáculo Resquícios Brutos do Núcleo MIRADA.
>Centro de Referência da Dança - CRD, 27 e 28 de maio (segunda e terça) às 19h
Galeria Formosa - Baixos do Viaduto do Chá, s/n - Centro, São Paulo - SP, 01037-000
Ingresso: Gratuito
RESQUÍCIOS BRUTOS – Núcleo MIRADA
São Paulo, 2017. Tempos Brutos. O corpo sob o desmonte cria dança ou estratégias para não aparentar fragilidade [...]. Resiste nas camadas da cidade, incrustada nas costelas, na pele e nas marcas de expressão de um embrutecimento sutil. Excessos velozes de estímulos em rotinas de deslocamento [...]. Fragmentos de paisagem. Situações atordoantes naturalizadas pela repetição ou pela experiência aparentemente recortada. Uma agressividade disfarçada de acordo ou resignação. Obra coreográfica impregnada de revolta, prazer [...] pequenos instantes gravados na musculatura, composta a partir de regras que determinam as relações físicas entre os corpos no palco.
SINOPSE:
Esta obra coreográfica emerge na pesquisa do Núcleo como estratégia de síntese de uma etapa do projeto anterior, cujas elaborações artísticas estiveram vinculadas aos diálogos estabelecidos entre matrizes de movimento, espaços públicos da cidade de São Paulo e artistas de outras linguagens que produziram materialidades diversas, tais como textos, músicas, desenhos e vídeos, a partir de suas relações com o acontecimento.
Estas experiências, seus atravessamentos e elaborações, deixaram traços no corpo. Resquícios, agora articulados para a caixa preta, no intuito de dar foco e, através do limite das normas do palco e da precisão e aprofundamento coreográficos, intensificar, transformar e recriar sentidos e significações.
Os corpos deslocados no vazio – subtraindo o entorno (estímulo) por um instante – a rua, os objetos, os parceiros artistas, os espaços públicos, no espaço cênico, a serem observados: como toda esta experiência virou corpo? Quais camadas foram somadas? O que escolhemos ou o que emerge como discurso corporal?
Ficha Técnica
Núcleo MIRADA: Christiana Sarasidou, Karime Nivoloni, Liana Zakia e Raissa Cintra
Trilha Sonora: Danilo Pêra
Figurino: Emília Reily
Iluminação: Rodrigo Galdino
Registro, Fotos e Material Gráfico: Roni Diniz
Produção: Cais Produção Cultural
Direção de Produção: José Renato Fonseca de Almeida
Assistente de Produção: Cássia Sandoval





Fotos: Roni Diniz

sexta-feira, 17 de maio de 2019

Conclusão da Residência, Mostra Cidade Coreográfica e Apresentação de Resquícios Brutos no Teatro Zanoni, Zona Leste

No dia 05 deste mês, domingo, no Teatro Zanoni, zona leste de São Paulo, o Núcleo Mirada concluiu a Residência de Dança Contemporânea Cidade Coreográfica, que resulta na participação dos residentes na Mostra Cidade Coreográfica, abrindo a apresentação do espetáculo Resquícios Brutos também no local. Abaixo, alguma fotos deste dia intenso e produtivo.


































































Arquivo do blog